GOIÁS REGISTRA SALDO POSITIVO NA GERAÇÃO DE NOVOS POSTOS DE TRABALHO EM JUNHO

O setor de agronegócios foi determinante para o saldo positivo da geração de empregos no estado no mês de junho, segundo dados do Caged, do Ministério da Economia. Goiás gerou mais de 4.300 novos empregos com carteira assinada, sendo que quase dois mil postos estão ligados ao setor agropecuário.

Os dados mostram ainda que cerca de 2.400 postos estão ligados à indústria. Desses, 2.213 estão na indústria de transformação, com o setor de alimentos com peso significativo para o estado.


Agronegócio: Exportações brasileiras crescem 16,5% no primeiro semestre

Municípios brasileiros tentam driblar a crise econômica e mantêm empregos com iniciativas locais


O levantamento, publicado no último dia 28, mostrou ainda um crescimento na construção civil, com 1.753 novas vagas no mês de junho. O setor de serviços foi o único que apresentou resultado negativo, com menos duas mil vagas. Os saldos, segundo o Ministério da Economia, têm como base a diferença entre trabalhadores admitidos e desligados.


No total, foram quase 35 mil contratações contra 30 mil desligamentos no estado no mês de junho. O Brasil apresentou retração na quantidade de vagas de trabalho, com fechamento de 10.984 postos de trabalho formais no mês de referência.


Fonte: Brasil 61

  • Instagram
  • Blogger ícone social
  • Snapchat ícone social
  • Facebook Long Shadow
  • Twitter Long Shadow
  • YouTube Long Shadow